Famílias

logo ILGA
Recursos: website sobre famílias arco-íris

familias.ilga-portugal.pt é o endereço do website dedicado às famílias arco-íris. Recursos, testemunhos, novidades e um fórum online são apenas alguns dos muitos motivos para nos  visitar - e já agora, inscrevam-se para passarem a receber as novidades!

familias.ilga-portugal.pt

 

livro infantil: Primeiro cresci no coração

“Primeiro cresci no coração”, com texto de Luís Amorim e desenhos de Pedro Rosa, foi eleito vencedor do do concurso “Um conto arco-íris”.

O júri explicou que a tarefa da seleção não foi fácil, porque houve muitas propostas de qualidade e havia muitos mais contos arco-íris que mereciam ser contados: parabéns, por isso, aos autores do livro vencedor e também a todas as pessoas que concorreram!

Vale mesmo a pena deliciar-se com a terna e comovente história da Lilás.

Se gostaria de obter um exemplar, contacte-nos para centro@ilga-portugal.pt

 
 

 

Livros infantis: "De onde venho?" e "Por quem me apaixonarei?"

Estão à venda os dois livros infantis ("De onde venho?" e "Por quem me apaixonarei?") cujas histórias e respectivas ilustrações retratam, de uma forma simples, a diversidade afetivo-sexual, promovendo assim a igualdade, o respeito pela diversidade e a convivência cidadã desde a infância. São livros inclusivos, para todas as famílias – esta edição é afinal mais um passo na nossa luta pelo direito à indiferença.

Estes livros podem ser adquiridos no Centro LGBT, por e-mail (centro@ilga-portugal.pt) com transferência bancária.

Publicação: As famílias que somos

 As famílias que somos é uma brochura informativa lançada em 2008 e que, através de histórias de vidas concretas, mostra as realidades familiares das pessoas LGBT.

A versão eletrónica pode ser lida aqui, em formato pdf; no Centro LGBT existe a versão em papel, atualmente na segunda edição.

Publicação: Era uma vez... as famílias

 Era uma vez... as famílias

Esta publicação, com desenhos para colorir e feita em parceria com a Fundacion Triangulo, pode ser um bom meio para dizer a uma criança que há crianças com uma mãe e um pai, outras com duas mães, outras com dois pais ou outras só com uma mãe, por exemplo.

As crianças poderão perceber que quando se fala de famílias não há apenas um tipo correcto, não há uma melhor que a outra, mas antes uma imensa diversidade familiar da qual elas próprias fazem parte. As famílias não são só a preto e branco, podem ser também de muitas outras cores.

Ideia: eraseunavez.com
Desenhos: Isabel Blanco González
Impressão e maquetagem: Indugrafic, artes gráficas
Edita: Associação ILGA Portugal
A distribuição é gratuita. Peça o seu exemplar no Centro LGBT.

PESQUISAR Áreas trabalho
Áreas de Trabalho
Contacto e Sugestões | Avisos Legais | English