Noticias

logo ILGA

Notícias: Nacionais

Portugal estreia-se nos Gay Games e conquista 11 medalhas
2018-08-13
Gay Games 2018
Chegou ao fim a edição dos Gay Games que decorreram em Paris. Os atletas portugueses estrearam-se nesta edição e conquistaram 11 medalhas. A prova olímpica LGBT serviu de teste para Paris que recebe os Jogos Olímpicos em 2024.
 
Na natação, a atleta brasileira Mariane Valêncio juntou-se a Portugal e conquistou uma medalha de ouro nos 100 Livres, uma de prata nos 100 Bruços e uma de bronze nos 50 Costas.
 
O nadador Jonas Grancha arrecadou quatro medalhas: uma de prata nos 1.500 Livres, três medalhas de bronze nos 200 Bruços, 400 Estilos e 4x100 Estilos com João Boavida, Miguel Patrício e Álvaro Cardoso.
 
Por sua vez, o atleta e treinador Álvaro Cardoso conquistou outras duas medalhas de bronze em 200 Costas e 5km Águas Abertas.
 
O tenista norte-americano Nathan Mertz, com origens portuguesas, ficou em segundo lugar conquistando uma medalha de prata.
 
Pedro Ferraz recebeu a segunda medalha de ouro para Portugal na prova de Estafetas. Para além das medalhas, houve boas classificações, conta-nos o atleta.
 
"Nós viemos cá, temos resultados, temos boas pontuações, 11 medalhas, e para além das medalhas temos bons lugares. São jogos abertos a todos, que não têm mínimos, mas há grandes atletas. Há atletas olímpicos aqui e, no caso da corrida, há tempos praticamente olímpicos", descreve o atleta Pedro Ferraz.
 
Os Gay Games não representaram apenas o desporto e a diversidade, receberam atletas de países onde a homossexualidade ainda é considerado um crime, confirma Pedro Ferraz. "Penso que haverá algumas pessoas oriundas de África, mas que estão na Europa. É mais fácil (competirem cá) pela aceitação social, que será mais fácil".
 
Esta edição, que recebeu 13.000 participantes de 91 países, foi um teste a Paris, que recebe os Jogos Olímpicos em 2024. Um teste com sucesso, descreve o atleta e treinador Álvaro Cardoso. "Acredito que para os Jogos Olímpicos de 2024 eles vão ter de criar umas infraestruturas muito maiores do que nós tivermos, nomeadamente, umas piscinas e uns pavilhões",garantiu.
 
"A entrada do estádio foi fabulosa. Aquela sensação de entrar e de ficarmos todos arrepiados quando vemos o nome de Portugal. Fomos uma delegação bastante grande e fomos apoiados pelos outros países e isso é muito positivo. Sair daqui com medalhas é fantástico, como é óbvio, mas agora é pensar nos próximos campeonatos e trazer ainda mais medalhas, cada vez mais e melhores", descreveu o nadador Álvaro Cardoso.
 
Em Paris, foi hasteada a bandeira de Hong Kong que recebe os Gay Games em 2022.
 
In TSF, 13 de agosto de 2018
 
logotipo do facebook logotipo do twitter logotipo do delicious
PESQUISAR NOTÍCIAS
NOTÍCIAS
2018
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2017
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2016
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2015
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2014
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2013
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2012
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2011
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2010
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2009
Novembro
Setembro
Agosto
Julho
2006
Julho
Junho
Contacto e Sugestões | Avisos Legais | English