Noticias

logo ILGA

Notícias: Internacionais

Estados Unidos: Governador da Califórnia assina lei que inclui o ensino de História LGBT nas escolas
2011-07-14
gayhistory

O Governador da Califórnia Jerry Brown assinou legislação na 5ª feira que torna aquele Estado o primeiro dos EUA a incluir as contribuições de americanas/os lésbicas, gays, e transgénero nas aulas de História e manuais escolares.

A legislação refere omissões nos livros de História, de acordo com Gil Duran, um porta-voz do Governador.

[Atualização: Brown emitiu uma declaração em que afirma que a legislação é “um passo importante para o progresso do nosso Estado.

“A História deve ser honesta”, disse Brown. “Esta lei revê leis existentes que proíbem discriminação na educação e assegura que as importantes contribuições de americanos de qualquer origem ou experiência de vida são incluídas nos nossos livros de História.”]

“É um passo importante para o progresso do Estado da Califórnia”, disse Duran. “Revê leis existentes para assegurar que as pessoas não sejam excluídas dos livros de História. A História deve ser o reflexo da realidade.”

A Lei, originado pelo Senador Mark Leno (Democrata, de São Francisco), causara um debate aceso na Legislatura onde fora promovida pela maioria Democrata. Os Republicanos argumentaram que forçava uma “agenda gay” mas Leno afirmou que iria reduzir o bullying ensinando os jovens acerca das conquistas de lésbicas, gays, bissexuais e transgénero, ou seja, da comunidade LGBT.

“Hoje estamos a fazer história na Califórnia ao assegurar que os nossos manuais e materiais didáticos já não excluem americanos LGBT”, disse Leno. “Negar a pessoas LGBT o seu lugar de direito na História dava aos nossos jovens uma visão incorreta e incompleta do mundo que os rodeia.”

A decisão do Governador foi criticada por Benjamin Lopez, da Coligação pelos Valores Tradicionais, de Anaheim, que disse que as escolas se deveriam focar em melhorar as competências importantes, como ler, escrever e contar.

“É um dia triste para o Estado da Califórnia”, disse Lopez, que é um analista legislativo e ativista do grupo. “Falhámos a nossa missão educativa essencial e mesmo assim vamos agora injetar estudos gay nas nossas turmas. É absurdo e ofensivo.”
[Tradução livre]

In LA Times, 14 julho 2011

 
logotipo do facebook logotipo do twitter logotipo do delicious
PESQUISAR NOTÍCIAS
NOTÍCIAS
2019
Janeiro
2018
Novembro
Outubro
Abril
Março
Fevereiro
2017
Dezembro
Novembro
Outubro
Julho
Junho
Maio
2016
Dezembro
Outubro
Agosto
Julho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2015
Dezembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
2014
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
2013
Dezembro
Novembro
Setembro
Agosto
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2012
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2011
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2010
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
2009
Novembro
Contacto e Sugestões | Avisos Legais | English