Noticias

logo ILGA

Notícias: Nacionais

Apoio a Vítimas LGBT: ILGA Portugal assina carta de compromisso com Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade
2016-11-22
Assinatura SAV LGBT
A ILGA Portugal assinou uma carta de compromisso com a Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade que tem como finalidade a atribuição de uma subvenção para a criação de um Serviço de Apoio a Vítimas LGBT (SAV LGBT).
 
Esta subvenção enquadra-se no âmbito do Decreto-Lei n.º 106/2011 – que atribui à Presidência do Conselho de Ministros (PCM) 13,35 do valor dos resultados líquidos de exploração de jogos sociais para serem destinados a apoios na área da juventude e do desporto, da cultura e da igualdade de género – e integra um plano mais alargado de financiamento por parte do Estado, que pela primeira vez apoiará financeiramente de forma direta e estrutural associações que trabalham nesta área específica.
 
“A criação do SAV LGBT vem reforçar o compromisso do atual governo na identificação e no combate à violência e aos crimes de ódio contra as pessoas LGBT e permitirá à ILGA Portugal melhorar a sua estrutura de acolhimento e encaminhamento de pessoas em situação de sofrimento, trabalho que tem sido levado a cabo com escassos recursos financeiros e com uma equipa bastante reduzida”, explica Ana Aresta, Vice-Presidente da Direção.
 
O apoio a vítimas de violência doméstica, de crimes de ódio e de discriminação em função da orientação sexual e identidade de género tem vindo a ser prestado pela ILGA Portugal há vários anos, nomeadamente através do Centro LGBT – a valência de Centro Comunitário da Associação – da sua linha telefónica de apoio e informação (Linha LGBT), do Serviço de Aconselhamento Psicológico e do Departamento Jurídico, cujos contributos são, segundo o designado na própria carta de compromisso assinada hoje, “essenciais para a implementação de várias medidas do V Plano Nacional de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género 2014-2017 e do V Plano Nacional para a Igualdade de Género, Cidadania e Não-Discriminação 2014-2017.”
 
Um dos resultados do protocolo hoje estabelecido será a criação e implementação de um fórum de técnicos/as para desenvolvimento de competências de intervenção com públicos LGBT que permitirá, a médio prazo, a criação de uma rede interinstitucional e multidisciplinar de apoio com competências específicas para a intervenção na área da orientação sexual e identidade de género.
 
“O objetivo será sempre contribuir para o melhor acompanhamento das pessoas LGBT através dos serviços da ILGA Portugal e da articulação com outras entidades e associações que já trabalham na área da violência. A formação de profissionais por todo o país continua por isso a ser extremamente necessária e continuará a ser um dever do Estado garantir que tal aconteça”, reforça Ana Aresta.
 
 
logotipo do facebook logotipo do twitter logotipo do delicious
PESQUISAR NOTÍCIAS
NOTÍCIAS
2018
Janeiro
2017
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2016
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2015
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2014
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2013
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2012
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2011
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2010
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2009
Novembro
Setembro
Agosto
Julho
2006
Julho
Junho
Contacto e Sugestões | Avisos Legais | English