Noticias

logo ILGA

Notícias: Nacionais

O homossexualitómetro dos padres
2011-09-14
casamento

Para declarar a nulidade de casamentos religiosos, a Igreja Católica Apostólica Romana mede o grau de homossexualidade do cônjuge suspeito . E fá-lo através de uma "perícia psiquiátrica". Sempre gostava de saber quem é o médico que aceita participar neste ato inquisitorial, mas adiante.

O cónego Joaquim da Assunção Ferreira, que coordenou o VII Encontro Nacional sobre Causas Matrimoniais, em Fátima, explicou que há uma escala e que os últimos "graus" tornam a pessoa em causa "incapaz de realizar funções conjugais". Antes de mais há que perceber se se trata de "uma homossexualidade prevalente ou exclusiva, ou algo de acidental". Ou seja, se o cônjuge se distraiu e, de repente, perdeu a inocência, ou se aquilo é mesmo doença crónica para a qual "há a possibilidade em medicina de correcção, mas não tem sido muito eficaz". Os "exclusivamente heterossexuais, só acidentalmente homossexuais, predominantemente heterossexuais" e os que são "igualmente uma e outra coisa" podem ser considerados como aptos para "desempenhar perfeitamente os papéis e os fins do matrimónio". Têm portanto o certificado de qualidade assinado por quem não só está proibido de contrair matrimónio como de desempenhar os seus papéis e os seus fins. O seu conhecimento meramente teórico, com a ajuda de um psiquiatra especializado em conceitos desconhecidos pela medicina, deve chegar.

O cónego explica melhor: uma "pessoa pode não ser um heterossexual puro, mas, se algumas tendências pouco significativas existirem, esse matrimónio certamente que se manterá". Condição: "a obrigação dele é viver em castidade e corrigir". Claro que há alternativas: "o psiquiatra pode medir-lhe o grau e receitar algo que lhe permita recusar essa tendência que o próprio mostre vontade de eliminar". Um antihomossexualitório disponível no mercado, de marca ou genérico. Infelizmente, parece que não são comparticipados.

E pronto, foi mais um belo momento para ilustrar o profundo humanismo cristão da Igreja Católica. Outro em que os padres saem das cavernas em que a maioria deles parece viver para nos demonstrar a sua mais profunda ignorância em relação a tudo o que envolva os sentimentos humanos. Como o amor carnal lhes está vedado, compreende-se. O Senhor lhes perdoará, que eles não sabem do que falam.

In Expresso, 14 setembro, por Daniel Oliveira

 
logotipo do facebook logotipo do twitter logotipo do delicious
PESQUISAR NOTÍCIAS
NOTÍCIAS
2018
Janeiro
2017
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2016
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2015
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2014
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2013
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2012
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2011
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2010
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2009
Novembro
Setembro
Agosto
Julho
2006
Julho
Junho
Contacto e Sugestões | Avisos Legais | English