Noticias

logo ILGA

Notícias: Nacionais

Estudante de Medicina teve dádiva de sangue recusada por ser homossexual
2012-06-29
Estudante de Medicina teve dádiva de sangue recusada por ser homossexual

O Bloco de Esquerda (BE), que há dois anos fez aprovar uma resolução parlamentar contra uma prática que considera discriminatória, veio denunciar o caso.

Alexandre (nome fictício) disse ao PÚBLICO que a pergunta sobre se a pessoa que quer dar sangue é homossexual ou bissexual não constava do questionário que teve que preencher antes da dádiva, e esta era uma das reivindicações do BE, mas afirma que a médica que lhe fez a entrevista pré-dádiva lhe disse que "nunca mais poderia dar sangue porque é homossexual", isto depois de lhe ter sido perguntado se tinha múltiplos parceiros sexuais, ao que respondeu negativamente, e se utilizava preservativo, ao que respondeu que sim e que tinha o mesmo parceiro há um ano.

Alexandre questionou quanto tempo teria que estar em abstinência sexual até poder dar sangue tendo-lhe sido respondido que "nunca mais poderia dar sangue porque é homossexual". O estudante de Medicina disse que não tinha comportamentos de risco, mas a profissional de saúde respondeu de volta, "não possa fazer nada, são regras".

Depois deste episódio deixou a sua queixa na caixa do cidadão do Bloco de Esquerda que, com base no caso, afirma que os homossexuais e bissexuais masculinos continuam a ser discriminados nas dádivas de sangue. A situação há muito vem sendo denunciada pelo partido que, em 2010, fez aprovar na Assembleia da República uma resolução que recomendava ao Governo "a adopção de medidas que visem combater a actual discriminação dos homossexuais e bissexuais nos serviços de recolha de sangue". O partido parte do pressuposto "que nem todas as pessoas discriminadas reclamarão e que é lícito inferir que este não será um caso isolado". Assim, na sequência da denúncia de Alexandre, o deputado bloquista João Semedo remeteu ao Governo uma série de perguntas, questionando o que foi feito para pôr em prática a resolução do Parlamento que pretendia pôr fim a práticas consideradas homofóbicas.

in Público, 29 junho 2012

logotipo do facebook logotipo do twitter logotipo do delicious
PESQUISAR NOTÍCIAS
NOTÍCIAS
2017
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2016
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2015
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2014
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2013
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2012
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2011
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2010
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2009
Novembro
Setembro
Agosto
Julho
2006
Julho
Junho
Contacto e Sugestões | Avisos Legais | English