Noticias

logo ILGA

Notícias: Nacionais

Prémios Arco-Íris 2013: a noite de todas as cores
2014-01-13
Prémios Arco-Íris 2013: a noite de todas as cores

O Teatro do Bairro foi o palco da 11.ª edição dos Prémios Arco-Íris, atribuídos anualmente pela ILGA Portugal às pessoas e instituições que se distinguiram na luta contra a discriminação das pessoas LGBT. Este ano, os troféus foram criados pelo artista plástico Rodrigo Oliveira.

A noite começou com uma atuação do CoLeGaS, o Coro Lésbico, Gay e Simpatizante da ILGA Portugal, que interpretou 3 temas: "Over the rainbow", da banda sonora do filme "O feiticeiro de Oz"; "Ela e ela/Ele e ele", uma adaptação da mais famosa música de Madalena Iglésias; e "Does your mother know?", a pergunta deixada por ABBA e à qual nem todas as pessoas conseguem ainda responder afirmativamente.

Paulo Côrte-Real e Isabel Fiadeiro Advirta, Presidente e Vice-presidente da Direção da ILGA respetivamente, deram as boas-vindas e traçaram rapidamente em revista um ano de conquistas e sucessos, sublinhando também os desafios que nos aguardam, passando a palavra a Ricardo Araújo Pereira, prémio arco-íris 2009 e que tem conduzido esta entrega de prémios, tornando-a (sempre) a mais divertida do país.

 


Campanha ‘Dislike Bullying Homofóbico’

O primeiro prémio da noite foi entregue por Rita Duarte, da Direção da ILGA, à Presidente da Comissão para Cidadania e Igualdade de Género, Fátima Duarte - celebrando o facto de, pela primeira vez, o Estado português (representado pela Secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade) ter levado a cabo uma campanha pública contra a discriminação das pessoas LGBT, que incidiu sobre o bullying homofóbico e transfóbico.

Veja aqui o vídeo passado na cerimónia e que enquadra esta prémio.

Fátima Duarte referiu o compromisso da CIG e da Secretaria de Estado, nomeadamente através da execução do novo Plano Nacional para a Igualdade, em continuar a trabalhar pela igualdade nomeadamente com novas campanhas previstas contra a discriminação em função da orientação sexual e da identidade de género.

 

Lourenço Ódin Cunha

Júlia Pereira, da Direção da ILGA, chamou ao palco Lourenço Ódin Cunha que no programa de televisão Secret Story - Casa dos Segredos 4 se afirmou enquanto homem transexual para todo o país; com o seu exemplo, ajudou a quebrar uma história de invisibilização e de silêncio das pessoas transexuais em Portugal.

Veja aqui o vídeo passado na cerimónia e que enquadra esta prémio.

Lourenço Cunha, com alguma comoção, agradeceu a distinção sublinhando a alegria de poder ajudar outras pessoas transexuais a não se sentirem isoladas no mundo.

 

 

Escola de Polícia Judiciária

Marta Ramos, da Direção da ILGA, chamou ao palco a Diretora da Escola de Policia Judiciária, instituição premiada pelo trabalho sistemático de formação de profissionais desta força de segurança contra a discriminação e contra os crimes de ódio com base na orientação sexual ou identidade de género.

Veja aqui o vídeo passado na cerimónia e que enquadra esta prémio.

Carla Falua, Diretora da Escola de PJ, sublinhou a disponibilidade para mais colaborações no futuro, reconhecendo a importância da formação específica nesta área.


Sensivelmente a meio da cerimónia, Lena d'Água subiu ao palco, e numa pequena homenagem a António Variações - no ano em que se assinalam 30 anos da sua morte - interpretou a capella dois temas marcantes: "A culpa é da vontade" e "Estou além". A sala - com centenas de pessoas - silenciou-se para ouvir e se comover com o primeiro tema e, por sugestão de Lena d'Água, acompanhou-a a cantar o segundo. Foram alguns minutos muito especiais, de partilha e de homenagem.

 


Manuel Luís Goucha

Miguel Pinto, da Direção da ILGA Portugal, foi responsável pela entrega do prémio arco-íris a Manuel Luís Goucha,
Para além de ter conduzido vários programas em que deu visibilidade a questões relacionadas com os direitos das pessoas LGBT, veio também a público recusar qualquer insulto que lhe possa ser dirigido - e sendo o insulto uma realidade tão transversal às pessoas LGBT, esta afirmação é uma importante mensagem de empoderamento.

Veja aqui o vídeo passado na cerimónia e que enquadra esta prémio.

O conhecido apresentador subiu ao palco para receber o prémio, relembrando momentos marcantes na sua vida pessoal e profissional e afirmando que enquanto homem gay sempre recusou o insulto. Recolhendo fortes aplausos, Manuel Luís Goucha ainda teve energia para deixar toda a plateia a rir, contagiada com a sua boa disposição.

 

Pedro Lopes

O ator Ângelo Rodrigues foi o responsável por entregar o prémio a Pedro Lopes, o argumentista do personagem que interpreta na telenovela "Sol de Inverno" 

Enquanto autor das telenovelas "Dancin' Days" e "Sol de Inverno", Pedro Lopes garantiu a presença sistemática de personagens homossexuais no horário nobre da SIC. 

Veja aqui o vídeo passado na cerimónia e que enquadra esta prémio.

Pedro Lopes subiu ao palco acompanhado pela equipa de guionistas, agradecendo e reforçando a sua vontade de continuar a retratar a realidade na sua diversidade e de prestar atenção aos temas da atualidade. 

 

SIM à COADOÇÃO

Nuno Pinto, da Direção da ILGA, chamou ao palco o ex-deputado e vencedor de um Prémio Arco-Íris Miguel Vale de Almeida para, em conjunto, entregarem o prémio "sim à coadoção" às deputadas e ao deputado presentes.

Este prémio foi atribuído às/aos deputadas/os que votaram a favor do projeto de coadoção em casais do mesmo sexo, representadas/os pelas/os promotoras/es do projeto, Isabel Moreira e Pedro Delgado Alves - e levou ao palco parlamentares do Bloco de Esquerda, do Partido Ecologista "Os Verdes", do PCP, do PS e do PSD.

Veja aqui o vídeo passado na cerimónia e que enquadra esta prémio.


Pedro Delgado Alves, recordando o início da cerimónia - a música "over the rainbow" - lembrou que, tal como no feiticeiro de Oz, para a mudança é preciso coragem, inteligência e coração, esta última porque permite perceber as angústias e receios de seres humanos. E que muitos dos votos a favor foram precisamente um resultado destes três ingredientes, com pessoas que mudaram de posição perante as evidências - e por vezes contra as posições maioritárias das suas bancadas.

Isabel Moreira, que tem sido uma feroz defensora da igualdade, sublinhou a importância de uma rápida aprovação final desta lei, lembrando o muito trabalho feito e o que ainda falta fazer, e agradecendo a tod@s @s 99 deputad@s que no dia da votação na generalidade souberam estar do lado certo.
 
A noite continuou em festa, ao som dos DJs António Almada Guerra e Simplesmente Maria.
 
Para o ano há mais - prometemos!
 


Veja algumas fotos do evento aqui.

 

 

 

 

 

 

 

 
logotipo do facebook logotipo do twitter logotipo do delicious
PESQUISAR NOTÍCIAS
NOTÍCIAS
2017
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2016
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2015
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2014
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2013
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2012
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2011
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2010
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2009
Novembro
Setembro
Agosto
Julho
2006
Julho
Junho
Contacto e Sugestões | Avisos Legais | English