Noticias

logo ILGA

Notícias: Nacionais

Esquerda chega a acordo para aprovar nova lei da procriação medicamente assistida
2016-02-24
Esquerda chega a acordo para aprovar nova lei da procriação medicamente assistida

A discussão é longa para quem está à espera que a aprovação de uma lei lhe permita ser mãe. E curta, quando se olha pela perspetiva do legislador. Os quatro partidos que, em novembro, apresentaram projetos lei que visavam alargar o acesso aos métodos de procriação medicamente assistida (PMA) a todas as mulheres garantiam que no primeiro trimestre de 2016 haveria consenso. Estão quase lá. PS, BE, Os VERDES e PAN chegaram já a um texto comum. E o PCP, o mais reticente nesta matéria que une a restante esquerda, dá sinais de que deverá abster-se ou votar a favor.

 
"As técnicas de PMA só podem ser utilizadas em benefício de pessoas com pelo menos 18 anos de idade e que não se encontrem interditas ou inabilitadas por anomalia psíquica e que tenham manifestado de forma esclarecida o seu consentimento", lê-se no documento de substituição da atual lei. É a oposição às restrições atuais, que dizem que apenas mulheres heterossexuais, casadas – ou em união de facto há pelo menos dois anos - podem recorrer a técnicas de PMA, como inseminações artificiais e fertilizações in vitro. Agora, é a partir daqui que a discussão no grupo de trabalho continuará.
 
De fora do âmbito desta lei, fica a questão da maternidade de substituição, vulgarmente conhecida como barrigas de aluguer, que fazia parte do projeto do Bloco, mas será tratada à parte.
 
Com esta alteração, Portugal junta-se a outros 23 Estados europeus e a países como o Canadá e os EUA onde mulheres solteiras, divorciadas e viúvas podem engravidar sem um homem como parceiro. No último ano, 900 tentaram-no fazer em Espanha, onde a lei o permite.
 
FALTAM DOIS PARECERES
 
Em dezembro, Pedro Delgado Alves, um dos primeiros proponentes do projeto lei do PS, dizia que no primeiro trimestre deste ano haveria já nova lei. Nessa altura, o Grupo de Trabalho da PMA fazia a primeira reunião. Os projetos-lei do PS, BE, PEV e PAN tinham baixado à comissão da especialidade – a de Saúde - sem votação e a lei obrigava a que só se pudessem ser levados novamente a votação 90 dias depois. Esse prazo termina dia 27, mas foi prorrogado até março.
 
"Estávamos à espera de dois pareceres essenciais que não chegaram a tempo. Um do Conselho Nacional de Ética e das Ciências da Vida e outro da Comissão Nacional de Procriação Medicamente Assistida. Esses pareceres foram solicitados para serem entregues até dia 11 de março. Dia 29 é o dia da última reunião do Grupo de Trabalho", diz ao Expresso a deputada socialista Isabel Moreira, que desde 2012 tem defendido as alterações à lei.
 
Depois da última reunião, o texto volta à Comissão de Saúde e será agendada nova votação em plenário, com caráter de urgência.
 
Do lado do PSD há liberdade de voto, mas as recentes manifestações do PCP dão indicação positiva quanto à possibilidade do diploma ter garantida a aprovação com as votações das bancadas de esquerda. Este mês, 19 instituições enviaram uma declaração conjunta à comissão de Saúde a pedir as alterações à lei, uma delas era a Comissão para a Igualdade entre Mulheres e Homens da CGTP-IN. O texto foi inclusivamente publicado no jornal "Avante!", órgão oficial do PCP.
 
in Expresso, 24/2/2016
 
logotipo do facebook logotipo do twitter logotipo do delicious
PESQUISAR NOTÍCIAS
NOTÍCIAS
2017
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2016
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2015
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2014
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2013
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2012
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2011
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2010
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2009
Novembro
Setembro
Agosto
Julho
2006
Julho
Junho
Contacto e Sugestões | Avisos Legais | English