Noticias

logo ILGA

Notícias: Nacionais

ILGA Portugal renova direcção com aposta na saúde das pessoas LGBTI
2019-10-26
Nova direção
Cinco anos depois de Isabel Advirta se ter tornado na primeira mulher a liderar a ILGA — Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero, a associação volta a ter uma mulher aos comandos. Ana Aresta, vice-presidente da associação desde 2016, foi eleita presidente da ILGA Portugal na sexta-feira, sucedendo a Nuno Pinto, que abandona a direcção.
 
Ao PÚBLICO, Ana Aresta destaca os cuidados de saúde entre as prioridades de acção da ILGA no próximo mandato. “Temos uma grande preocupação actualmente que é garantir a monitorização dos cuidados de saúde no SNS para as pessoas LGBTI, nomeadamente para as pessoas trans e intersexo.” A dirigente diz que a associação tem recebido muitas denúncias e queixas sobre esta matéria, apontando como necessário “articular com o Governo quer mecanismos de denúncia, quer que essas pessoas trans e intersexo tenham cuidados de saúde dignos e acessíveis”, mantendo “uma postura de contínuo diálogo com os sucessivos governos”. Ana Aresta sublinha que “é importante que se fale mais sobre saúde e sobre especificidades da população LGBTI”, combatendo, por exemplo, “o isolamento e o silenciamento que existe também em torno das questões de saúde relacionadas com as mulheres”.
 
Ana Aresta alerta ainda para a importância de garantir a ONG, associações e IPSS que “complementam o trabalho do Estado e muitas vezes se substituem ao Estado” mecanismos de financiamento estrutural que permitam a prestação de serviços como a linha de apoio LGBTI e o atendimento na área da saúde mental “às diversas pessoas que compõem este grande espectro de população”. Nos últimos anos, a ILGA entregou ao Instituto da Segurança Social várias candidaturas para acordos atípicos de financiamento de serviços à população, para os quais ainda não teve resposta.
 
A nova direcção da ILGA, que assume funções numa altura de renovação do Parlamento, vê também “com preocupação a ascensão do populismo anti-LGBTI em Portugal”, sendo necessário reforçar “mecanismos de informação da população, esclarecimento de notícias falsas e um trabalho que continua a ser necessário de promover continuadamente a igualdade na sociedade”.
 
Diversidade
A nova presidente da ILGA, ​Ana Aresta, tem 30 anos, trabalha na área da comunicação e foi vice-presidente da associação no último mandato, liderado por Nuno Pinto, depois de ter sido membro suplente da direcção de Isabel Advirta, entre 2014 e 2016. Pertenceu à equipa responsável pela organização do Encontro Europeu de Famílias Arco-Íris, em 2015, e integrou a organização do Arraial Pride. Tornou-se voluntária na ILGA em 2011, um trabalho que considera uma forma de “retribuir o apoio comunitário” que encontrou na associação, procurando mostrar “é possível vivermos plenos e plenas no nosso direito a sermos quem somos.”
 
É a primeira vez que a mais antiga associação portuguesa pelos direitos LGBTI tem duas mulheres nos cargos de liderança, com Joana Cadete Pires a assumir a vice-presidência. Hélder Inês, João Valério, Daniela Bento (membros efectivos), Teresa Amor, Isaac dos Santos, Pedro Carreira, Diana Amado e Nuno Gonçalves (suplentes) completam a direcção que Ana Aresta assume como de continuidade, sublinhando o “trabalho importantíssimo de liderança” de Nuno Pinto, nomeadamente com “a grande conquista legislativa da Lei da Identidade de Género”. A direcção conta pela primeira vez com duas pessoas trans, “uma posição que não é alheia aos dinamismos sociais e políticos emergentes sobre a igualdade de género”. “A ILGA sempre entendeu que, se quer valorizar a diversidade e igualdade na sociedade, deve também fazê-lo dentro das entidades, neste caso, dentro da associação”, diz Ana Aresta.
 
Apesar da evolução legislativa em matéria de protecção e promoção dos direitos das pessoas LGBTI, “a verdade é que ainda existem muitas pessoas lésbicas, gays, bissexuais, trans, intersexo ou percepcionadas como tal que continuam a sofrer em silêncio a discriminação de que são alvo”, refere o comunicado da ILGA divulgado nas redes sociais.
 
In Público, 26 de Outubro de 2019
 
logotipo do facebook logotipo do twitter logotipo do delicious
PESQUISAR NOTÍCIAS
NOTÍCIAS
2019
Outubro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2018
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2017
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2016
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2015
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2014
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2013
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2012
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2011
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2010
Dezembro
Novembro
Outubro
Setembro
Agosto
Julho
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2009
Novembro
Setembro
Agosto
Julho
2006
Julho
Junho
Contacto e Sugestões | Avisos Legais | English